2015, crer e não crer!

 

Para o homem soberbo, Deus, Igreja, escrituras, tudo isso é tolice; para o autossuficiente e o racionalista, é loucura sem sentido!

 

Cuidado, irmãos! Tomemos seriamente o conselho do santo Apóstolo a Timóteo, em sua Epístola: “Permanece firme naquilo que aprendeste e aceitaste como verdade! Conheces as Sagradas Escrituras: elas têm o poder de te comunicar a sabedoria que conduz à salvação pela fé em Cristo Jesus!”

 

Eis aqui! Esta é a diferença entre crer e não crer: o verdadeiro crente tem a coragem ousada de abrir-se à lógica de Deus, de por Ele deixar-se conduzir; o descrente, ao invés, deseja medir a ação de Deus e compreendê-la e abarcá-la na medida da sua lógica, na estreiteza de sua própria racionalidade!

 

Creiamos, irmãos; rezemos, irmãos; com perseverança supliquemos, irmãos, com inteira confiança esperemos, elevando as mãos como Moisés e os olhos como o Salmista, certos de que “do Senhor é que nos vem o socorro, do Senhor que fez o céu e fez a terra, pois não dorme nem cochila o Guarda de Israel!” Seja Ele bendito na Igreja e no nosso no nosso coração, hoje, como no princípio, e por toda a eternidade, nos séculos dos séculos. Amém!

 

Dom Henrique Soares

Fonte: Dom Henrique


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)